sábado, 24 de setembro de 2011

Vivendo o Ritmo da Vida

Cada indivíduo apresenta ritmos de vida particulares, individuais, próprios. Que em alguns momentos podem variar tornando-o mais elétrico e,em outras situações mais lento,mais calmo.Normalmente esse ritmo é adaptável às diferentes situações da vida que estamos levando no momento.E ele é que faz com que estejamos nos sentindo bem ou não conosco mesmo.

O processo Saúde/doença que criamos mostrar-se-á proporcional ao modo que nos relacionamos com esse ritmo que nos é tão característico.

Quando referimos ritmo de vida, indiretamente queremos e estamos falando sobre o stress, que nos é tão comum como inevitável.

Na Idade da Pedra era bastante corriqueiro, pois naquela época havia necessidade de assegurar sua sobrevivência.Hoje não é muito diferente porque essa busca tem sido também constante e diária.

O stress é uma reação do organismo a estímulos tanto externos como internos, relacionados à fuga ou à luta. Pode ser considerado positivo ou negativo.

Podemos dizer que positivos quando impulsiona a realizar, concretizar coisas; e então a adrenalina é liberada numa quantidade adequada, necessária para essa atividade.

Dizemos que negativos quando gera quantidade excessiva de adrenalina ocasionando um colapso que tanto pode ser físico como emocional proporcionando desequilíbrios responsáveis pela resposta da liberação demasiada de adrenalina acarretando determinados sintomas que nos estão levando a um tipo de doença; que surge como um alerta do corpo para que nós possamos rapidamente alterar, modificar nosso ritmo de vida. O que acontece que freqüentemente muitas das vezes não damos a devida importância aos alertas, aos avisos e por isso acabamos por contrair problemas emocionais físicos e até mentais.

Precisamos estar sempre alerta observando por exemplo: como acordamos, se cansados,ou bem dispostos; com energia ou desanimados, sem vontade para nada.

O trabalho é planejado e realizado a ser tranqüilo e prazeroso; tem seu tempo para ver o por do sol, o céu, as estrelas, tomar um café com colega ou amigo.Consegue ter tempo para dar um sorriso ou até um abraço à um amigo ou criança?!!

Para termos uma vida sem tribulações precisamos tornar as coisas ao nosso redor menos difíceis, cansativas mas agradável, ver sempre o lado interessante, alegre, bonito e positivo.

O stress negativo paralisa, causa depressão, crises de pânico, parada cardíaca, respiratória, ansiedade, falta de ar, sudorese, náuseas, tonturas, irritação, dores abdominais, gástricas, corrimentos e muito mais.

Vamos sempre procurar ver o lado bom de tudo, assim evitaremos uma série de males que nos afetarão agressivamente, como também afligindo e preocupando aos que convivem ao nosso redor, que também fazem parte do nosso ambiente.

Escolha sempre estar no seu melhor, tenha tempo para si, passeie, presenteia-se, sorria mais , faça o bem, sente na praça olha e veja quanta coisa interessante ali existe e escapa ao nosso olhos.

Faça da sua vida, o melhor que puder, independente de dinheiro, bens materiais, disso nada permanece, faça amigos, participe das confraternizações, festas , vá em busca do que gosta,que por esse caminho a vida lhe será bem mais intensa saudável e bela.

Autora:EnfªDrª Maria Amélia da Costa Rech

Um comentário:

Lizaura disse...

Amélia, muito bom visitar seu perfil...sempre q posso dou uma olhadinha...amo suas postagens...
Você é uma pessoa maravilhosa que tenho grande respeito e admiração...sei q sabe disso, ms não canso de dizer...
Bom domingo e que Deus te dê forças para continuar com esse coração tão lindo e abençoado por Deus.
Com carinho,
Ly Xeroxquizinha...rsrsrs